quinta-feira, 28 de outubro de 2010

O inverno está chegando!


Calma, calma! Ainda não começou a nevar não, esta foto é de fevereiro/10, quando chegamos aqui! Apesar de termos tido várias previsões da primeira neve aqui em Québec nas últimas semanas, a dita cuja ainda não deu as caras...melhor assim, pois iremos conviver com a neve nos próximos 5 meses, então quanto mais demorar a chegar, melhor! Nas lojas já podemos encontrar muitas roupas de inverno por preços bacanas, o bom daqui é que SEMPRE vemos roupas legais com preços bons, é bom comprar agora no início, pois depois fica mais difícil achar a roupa ideal, no tamanho e cor que vc. gosta, botas de neve também, achar uma bota bonita e de boa qualidade não é muito fácil, no seu número então...por isso esta é a melhor época! Amanhã é a festa de Halloween do Rica na garderie, ele já vai sair de casa fantasiado, depois posto fotos de como foi a bagunça!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Para quem pensa em ter filho no Canadá!


Quando estava ainda no Brasil participava mais ativamente de comunidades e fóruns de discussão sobre diversos assuntos relacionados ao Canadá, ao Quebec principalmente, e sempre ouvia "coisas escabrosas" a respeito do sistema de saúde e alguns casos de grávidas que preferiam ir ao Brasil para terem filho, pois tinham medo de fazer o parto aqui! Muita gente diz que aqui o parto normal é quase "obrigatório" e como tem muita mulher que tem pavor do parto normal, é claro que preferem ter filho no Brasil que é o paraíso da cesária!

Bom, depois que cheguei aqui, tratei de pesquisar mais, conversar com quem já teve filho aqui, até porque eu pretendo ter meu segundo filho por estas bandas, conversei com 4 mulheres que passaram pela experiência de ter o filho aqui e umas 3 durante a gravidez delas, tenho uma amiga que está grávida, aguardando os minutos para o filho nascer e eu acompanhei todas as etapas da sua gravidez e posso dizer que ela teve um atendimento excelente do início ao fim da gestação, fez vários cursos oferecidos gratuitamente pelo CLSC, de pré-natal, cuidados com o recém-nascido, preparação para o parto, etc..ela conseguiu até uma doula para acompanhá-la no parto e não pagará nada por isso! (para quem não sabe, a doula é uma mulher especializada no pré-parto, ela ajuda a gestante momentos antes da hora H, na respiração, alguns truques para aliviar as dores das contrações, acalma a gestante, faz massagem, conversa com ela, com o pai tbm), sei que no Brasil com a "moda" do parto humanizado a doula voltou a entrar em cena, mas cobrando seus honorários não cobertos por plano de saúde algum.

Essa minha amiga teve acompanhamento médico, nutricional ( ela ganhou ovos, suco de laranja e vitaminas semanalmente) e acompanhamento psicológico. Teve visitas de uma enfermeira várias vezes na sua casa para esclarecer dúvidas sobre a gravidez e sobre o bb! Até agora com todas que conversei não ouvi reclamações, exceto de uma outra grávida que conheci que teve alguns contratempos pois aqui eles são preocupados até demais com algumas anomalias fetais e como aqui o aborto é permitido eles querem investigar a fundo se o bebê é completamente saudável para que a mãe tenha plena consciência da escolha de ter o filho ou não e com esse cuidado excessivo os médicos acabaram "pondo minhocas na cabeça" desta mãe por causa de uma leve desconfiança sem fundamento da hipótese de a filha dela ter síndrome de down, mas duas semanas depois ela fez o exame chamado "amniocentese" que descartou o problema, mas imagina a cabeça e o emocional desta mãe nestas duas semanas??? Fora que este exame é super evasivo, pois tira sangue do bebê ainda dentro da barriga da mãe...mas tirando isso só ouvi histórias felizes, normais, mães que queriam parto normal, mas não tiveram dilatação e tiveram que fazer cesária, mães que queriam parto normal e conseguiram, mães que já tinham feito cesária do primeiro filho e puderam optar por fazer a cesária novamente...enfim, nada muito diferente do que já vi no Brasil quando tive meu pequeno, a diferença é que aqui o sistema de sáude é público! Diante disso, eu, que sempre fui a favor do parto normal a menos que ocorra algum problema que impeça esta forma natural de ter filhos ou seu filho esteja em risco, me sinto segura em ter filhos aqui, até porque se eu me apavorar e mudar de idéia na última hora, poderei escolher a cesária,hihihihi (porque já fiz uma, não tive outra opção)

Bom, quem ainda estiver aí e pretende ter filhos aqui aconselho a não encucar com este assunto, pois não tem motivo para isso, até porque se vc. não gostar do médico que está acompanhando sua gravidez ou achar que ele não está dando a atenção que vc. merece, vc. pode mudar de médico e isso é rapidinho, é só solicitar ao hospital onde vc. terá o filho (vc. que vai escolher) ou pedir uma indicação de outro médico para uma conhecida e mudar, do mesmo jeito que vc. faria aí no Brasil!

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Estômago!







Se existia algo que nos fazia muita falta aqui no Canadá eram aqueles salgadinhos bem brasileiros, como coxinha, pastel, esfiha, essas coisas, eu particularmente ADORO!!

Para quem mora aqui em Québec, seus problemas acabaram!! A Suzana e o Jeison, nossos amigos, estão fazendo e muito bem estes petiscos deliciosos (estes das fotos foram eles que fizeram)! Ela começou a fazer coxinha e nós fomos os cobaias experimentando e posso dizer sem sombra de dúvida que a coxinha dela é perfeita! O pastel então, bem aqueles de feira que adorávamos comer no Brasil! Eles estão aceitando encomendas e cobram $35,00 0 cento, acho que o preço está excelente! Quem tiver interesse pode me enviar um recado com o email que passo o contato deles!

A esfiha da foto foi obra de arte minha tbm, ajudei na montagem e no recheio, um dia eu chego lá...rsrsrs

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Mais outono!

Esse bosque fica a menos de uma quadra da nossa casa!!

















Exposição de Halloween no Plaines d' Abraham!